CUIABÁ

Agro

ETANOL/CEPEA: Com menor demanda, Indicador do hidratado cai

Publicado em

Agro


Cepea, 25/01/2022 – Os valores do etanol hidratado recuaram na semana passada no mercado paulista. Segundo pesquisadores do Cepea, distribuidoras, na expectativa de possíveis novas quedas, se retraíram, comprando apenas os volumes de necessidade imediata. Usinas, com volumes em tanques, venderam a preços menores do que os praticados em semanas anteriores. Entre 17 e 21 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado foi de R$ 3,3041/litro em São Paulo, recuo de 1,42% em relação ao período anterior. Quanto ao anidro, a redução foi de apenas 0,04%, com o Indicador CEPEA/ESALQ fechando em R$ 3,8282/litro. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Aplicadores se capacitam para imunizar rebanho contra a brucelose

Propaganda

Agro

CNA participa de congresso sobre mercado global de carbono

Publicados

em

Por

Muni Lourenço, Rodrigo Justus e Nelson Ananias com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite (segundo da esq. para direita)

Brasília (18/05/2022) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participa, de hoje (18) a sexta (20), do Congresso Mercado Global de Carbono – Descarbonização & Investimentos Verdes, que acontece no Rio de Janeiro.

O evento, promovido pelo Banco do Brasil e pela Petrobras, conta com o apoio institucional do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do Banco Central do Brasil. O objetivo é debater o mercado de crédito de carbono e apresentar estratégias corporativas e projetos para impulsionar negócios verdes, com foco em inovação e sustentabilidade.

O encontro também pretende conectar lideranças de diferentes segmentos e públicos brasileiros em torno do tema “mercado de crédito de carbono brasileiro e global”, de acordo com os resultados apresentados na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26).

Ao todo, serão realizados 24 painéis nos três dias de evento, com mais de 100 palestrantes. Entre os assuntos estão agroindústria e meio ambiente, agricultura e serviços ambientais, fertilizantes e agenda verde, a importância das cooperativas para o agro sustentável, perspectivas para a bioenergia no Brasil, crédito de carbono de floresta nativa e crédito de metano no Brasil.

Leia Também:  Farsul e Fundação Pró-Sementes apresentam o ECR Trigo 2021

Segundo o vice-presidente da CNA e presidente da Comissão Nacional de Meio Ambiente da entidade, Muni Lourenço, a Confederação – como representante dos produtores rurais brasileiros – vem participando ativamente dos principais fóruns nacionais e internacionais que debatem a questão ambiental.

“Consideramos fundamental, no pós-COP-26, a presença da CNA neste congresso, principalmente porque aqui estão sendo discutidas estratégias para concretização dos créditos de carbono em nosso País. Esperamos que isso possa ser um instrumento de monetização da preservação ambiental realizada pelo produtor rural”, afirmou Lourenço.

Também representam a entidade no evento o coordenador de Sustentabilidade da CNA, Nelson Ananias, e o consultor jurídico e ambiental da CNA, Rodrigo Justus.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA