CUIABÁ

Auto

Buell se prepara para voltar ao mercado em novembro com novas motocicletas

Publicado em

Auto


source


Buell Hammerhead 1190 é um dos modelos mais aguardados da Buell desde que fechou a suas portas em 2009
Reprodução

Buell Hammerhead 1190 é um dos modelos mais aguardados da Buell desde que fechou a suas portas em 2009

A estadunidense Buell se prepar para reiniciar a fabricação de suas motocicletas a partir do dia 1º de novembro, com as primeiras reservas feitas online.

O nome Buell estava em silêncio desde 2009, quando a empresa foi fechada pelos então proprietários Harley-Davidson em uma campanha de redução de custos. Depois que o negócio foi fechado, o dono Erik Buell criou a Erik Buell Racing (EBR) , que foi comprada pela Liquid Asset Partners (LAP) em 2016. Agora, a LAP conseguiu comprar o nome Buell da Harley-Davidson , renomeando  Erik Buell Racing antes do relançamento.

Leia Também

Sob nova direção, a Buell volta agora para traçar mais um capítulo de sua história com a produção da superbike Hammerhead . “Quando dissemos que Buell está de volta, estávamos falando sério”, disse Bill Melvin, CEO da Buell Motorcycle Co. “Estamos dando os toques finais em nossa fábrica e dando início à produção do Buell Hammerhead 1190 .”

Leia Também:  Honda lança linha 2022 da CB Twister

O Hammerhead baseia-se no 1190RX que foi lançado pela EBR e é alimentado por um  motor V-Twin de 1190 cc , com um pico de potência declarado de 183 cv de potência a 10.600 rpm e 14,04 kgfm de torque a 8200 rpm.

O resto da fórmula é o clássico Buell , com sua exclusiva estrutura de viga de alumínio que também contém o tanque de combustível. A única dúvida que resta é quanto custará a nova bike quando as vendas começarem.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Auto

Nissan vai lançar 23 eletrificados até 2030 e mostra protótipos

Publicados

em

Por


source
Três protótipos da Nissan marcam uma nova fase da marca rumo à nova era da eletrificação
Divulgação

Três protótipos da Nissan marcam uma nova fase da marca rumo à nova era da eletrificação

A Nissan vai acelerar o processo de eletrificação de sua linha e mostra planos de lançar 23 novos modelos do gênero até 2030, sendo 15 deles 100% elétricos. Além disso, a marca resolveu mostrar alguns protótipos, com estilo bastante futurista.

Nos próximos 5 anos, a Nissan vai investir 2 trilhões de ienes (cerca de R$ 98,6 milhões) para ter uma linha eletrificada e moderna. E a marca espera que 75% das vendas da Europa até 2026 correspondam a esse tipo de carro, porcentagem que deverá ficar em torno de 55% no Japão e de 40% na China, mesmo patamar esperado para o mercado norte-americano.

De acordo com o que disse o CEO mundial da Nissan, Makoto Uchita, “com o novo plano até 2030 vamos entrar na nova era da eletrificação , com tecnologia avançada e redução das emissões de carbono, além de entrarmos em nossas oportunidades de negócios. Queremos transformar a Nissan em uma companhia sustentável, o que também é uma necessidade dos clientes e da sociedade em geral”, concluiu o executivo.

Foto: Divulgação

Leia Também:  Recursos de multas só são aceitos em 23% dos casos em SP

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para conseguir atingir esse objetivo, a Nissan vai continuar aperfeiçoando o desenvolvimento das baterias de ions de lítio e vai adotar a nova tecnologia livre de cobalto que vai permitir reduzir o custo desse componente em 65% até 2028. Para isso, a marca vai implementar um projeto piloto na cidade de Yokohama em 2024.

Leia Também:  JAC Motors anuncia a chegada do sedã elétrico E-J7 no Brasil

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Ainda como parte da apresentação dos seus planos futuros, a Nissan mostrou três protótipos que usam a plataforma CMF-EV , entre os quais uma picape elétrica feita para andar em trechos de terra e um modelo que pode ter até cinema a bordo. Porém, a fabricante não deu informações se pretende fabricá-los.

No Brasil, vem aí o Kicks híbrido

Nissan Kicks com sistema e-power deverá estrear no Brasil em 2022 com autonomia de mais de 600 km com 30 lltros de etanol
Divulgação

Nissan Kicks com sistema e-power deverá estrear no Brasil em 2022 com autonomia de mais de 600 km com 30 lltros de etanol

No Brasil, a Nissan ainda trabalha no desenvolvimento de um v eículo movido a célula a combustível que gera energia elétrica a partir do uso do etanol e funciona conforme o sistema e-Power cujo funcionamento pode ser visto no vídeo abaixo.

Por enquanto, a fabricante japonesa não disse nada sobre qual modelo que deverá adotar essa tecnologia, mas sabe-se que a ideia é lançar uma versão eletrificada do SUV compacto Kicks . Segundo dados divulgados pela fabricante, a utilização desse tipo de sistema combinado com a alta eficiência dos motores elétricos e o sistema de bateria garantem uma autonomia superior a 600 km com somente 30 litros de etanol.

Além disso, a Nissan está engajada a firmar acordo com empresas do ramo de energia para contribuir com o desenvolvimento da eletrificação no Brasil, com a distribuição de carregadores e que, no México, chegou a trabalhar em conjunto com a BMW .

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA