CUIABÁ

BRASIL

Ferroviários de São Paulo decidem encerrar greve

Publicado em

BRASIL

Bruno Bocchini
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Os ferroviários de São Paulo decidiram nesta noite encerrar a paralisação iniciada hoje (13) e voltar ao trabalho imediatamente. A categoria tomou a decisão após julgamento do Tribunal Regional Federal (TRT), que declarou a greve não abusiva.

O mérito da ação – o reajuste a ser dado aos trabalhadores – só será apreciado na próxima quarta-feira (19) pela Justiça. Ontem (12), a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) rejeitou, em audiência de conciliação, a proposta apresentada pelo TRT que previa, entre outros pontos, reajuste salarial de 8,56% para os funcionários. A proposta havia sido aprovada pelos trabalhadores em assembleia no início da semana.

As linhas de trens 11 (Coral), 12 (Safira) e 9 (Esmeralda) ficaram totalmente paradas durante o dia de hoje. A Linha 8-Diamante, que liga o município de Itapevi ao centro da capital, ficou com apenas uma estação fechada, a Júlio Prestes.

Diariamente, 1 milhão de pessoas utilizam as linhas que ficaram paralisadas. Foi acionado o Plano de Apoio entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese), que disponibiliza ônibus para atender aos passageiros que usam os trens na capital paulista.

Leia Também:  CMN amplia lista de produtos que podem ser financiados pelo Programa Minha Casa Melhor

Edição: Juliana Andrade

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Brasil registra mais de 250 mil novas vagas de emprego formal em outubro

Publicados

em

Por


Brasil registra mais de 2,6 milhões de novas vagas de emprego formal de janeiro até outubro de 2021. Só no mês de outubro, foram registradas 253.083 novas vagas com carteira assinada. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), e foram divulgados na terça-feira (30/11) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O setor de Serviços foi o melhor avaliado em outubro, com a geração de mais de 144,6 mil novos postos de trabalho formais. As novas vagas no setor se concentram, principalmente, nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (71.258). As atividades de alojamento e alimentação (32.861), administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (14.338) também se destacaram.

Com saldo de 70,3 mil postos, o setor de Comércio foi o segundo que mais cresceu no período, seguido pelo setor de Indústria, que teve um saldo de 26,6 mil novas vagas formais de trabalho em outubro.  A construção apresentou 17,2 mil novas vagas.

Leia Também:  Show e futebol levantam público no primeiro evento teste no Maracanã

De janeiro a outubro deste ano, houve aumento de 39,2% no número de admissões com relação a 2020. “Vamos seguir trabalhando para tornar o ambiente cada vez melhor, para que gere empregos. Nós sabemos que quase 40 milhões de brasileiros gravitam em torno da informalidade da economia brasileira”, afirmou o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni.

Das 27 unidades da Federação, 26 apresentaram saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. Os estados de São Paulo (76,9 mil), Minas Gerais (21,3 mil) e Rio de Janeiro (19,7 mil) foram as que mais geraram postos de trabalho.

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA