CUIABÁ

BRASIL

Governo Federal vai investir R$ 75 milhões para recuperar rodovia que corta o Alagoas

Publicado em

BRASIL


O Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, nesta segunda-feira (18), anunciou que vai investir R$ 75 milhões para recuperação da BR-416 que corta Alagoas. Na ocasião, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, resumiu o feito “Vamos trazer prosperidade para essa região”.

A ordem de serviço autoriza o início das obras remanescentes de pavimentação, restauração da pista existente e execução de melhoramentos para adequação de capacidade e segurança de 27,40 quilômetros da BR-416/AL, entre os municípios de Ibateguara e Colônia Leopoldina – interligando a BR-104/AL com a BR-101/AL.

“Quando a gente terminar a BR-416, a gente vai ligar regiões e permitir a conectividade das pessoas. Vai ser mais fácil ligar essa região ao litoral mais bonito do Brasil, vai ser mais fácil escoar a produção, vai ser mais fácil trazer a riqueza”, disse o ministro.

MELHORIAS – Nos trechos definidos, as equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) executarão serviços de restauração da pista existente, melhoramentos para adequação de capacidade e segurança – alargamento de pista, reforço e alargamento de pontes, correção de traçado de curvas e rampas e melhorias de acessos e travessias urbanas – e conclusão de obras remanescentes.

Leia Também:  Programa Digitaliza Brasil inaugura primeira estação de televisão digital em Tenente Ananias (RN)

O empreendimento tem lote único e é dividido por segmentos: do km 7,60 ao km 17,60 e do km 17,60 ao km 19,20, os trechos receberão restauração com melhoramentos; do km 25,20 ao km 29,60, serão feitos trabalhos de pavimentação; e do km 45,60 ao km 57, o trecho também será contemplado com obras de restauração com melhoramentos.

LICITAÇÃO – Durante a cerimônia, o ministro da Infraestrutura também anunciou a publicação do edital de contratação dos projetos básico e executivo de engenharia para implantação de melhorias da BR-316/AL, no segmento entre o km 251,4 e o km 276,1, que vai de Maceió e Palmeira dos Índios.
As soluções constam no Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental referente ao segmento. A licitação possibilitará a contratação dos projetos para as obras de adequação e duplicação da rodovia.

MACEIÓ – Pela manhã, o ministro vistoriou as obras de construção do terminal de passageiros do Porto de Maceió (AL). A conclusão das obras está prevista para este semestre. Segundo o ministro, que ressaltou o potencial turístico da região, a expectativa é que o local receba passageiros em novembro. “Vamos trabalhar para transformar aquela orla de Maceió num novo Puerto Madero”, disse.

Leia Também:  Silval e Dilma tratam de mobilidade, produção e federalização de estradas

Com área total de 1.668,13 metros quadrados, o empreendimento tem investimento de R$ 5,7 milhões do Governo Federal. O contrato de construção da estrutura compreende a elaboração dos projetos básico e executivo e a execução da obra. O terminal está situado em um ponto estratégico e promoverá mais conforto e melhores condições de infraestrutura no desembarque de turistas da região.

Com informações do Ministério da Infraestrutura

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

BRASIL

Brasil registra mais de 250 mil novas vagas de emprego formal em outubro

Publicados

em

Por


Brasil registra mais de 2,6 milhões de novas vagas de emprego formal de janeiro até outubro de 2021. Só no mês de outubro, foram registradas 253.083 novas vagas com carteira assinada. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), e foram divulgados na terça-feira (30/11) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O setor de Serviços foi o melhor avaliado em outubro, com a geração de mais de 144,6 mil novos postos de trabalho formais. As novas vagas no setor se concentram, principalmente, nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (71.258). As atividades de alojamento e alimentação (32.861), administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (14.338) também se destacaram.

Com saldo de 70,3 mil postos, o setor de Comércio foi o segundo que mais cresceu no período, seguido pelo setor de Indústria, que teve um saldo de 26,6 mil novas vagas formais de trabalho em outubro.  A construção apresentou 17,2 mil novas vagas.

Leia Também:  Programa Digitaliza Brasil inaugura primeira estação de televisão digital em Tenente Ananias (RN)

De janeiro a outubro deste ano, houve aumento de 39,2% no número de admissões com relação a 2020. “Vamos seguir trabalhando para tornar o ambiente cada vez melhor, para que gere empregos. Nós sabemos que quase 40 milhões de brasileiros gravitam em torno da informalidade da economia brasileira”, afirmou o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni.

Das 27 unidades da Federação, 26 apresentaram saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. Os estados de São Paulo (76,9 mil), Minas Gerais (21,3 mil) e Rio de Janeiro (19,7 mil) foram as que mais geraram postos de trabalho.

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA