CUIABÁ

Cidades

Lançamento do estudo “Onde Investir em Mato Grosso” contará com participação de entidades internacionais

Publicado em

Cidades


A possibilidade de conhecer outras regiões do mundo com potencial para receber investimentos tem feito com que entidades internacionais se inscrevam no evento de lançamento do estudo do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio (IPF-MT) “Onde Investir em Mato Grosso’, que ocorrerá segunda-feira (30), às 19h. O evento, que será on-line, já conta com participantes da Rússia e da China.

Um dos inscritos, o presidente nacional da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, Gilberto Ramos, destaca a importância da participação no evento para maior envolvimento da entidade em futuros projetos entre o país russo e o Estado de Mato Grosso. “O leque de projetos existentes inclui os setores de infraestrutura, energia e agronegócio, inclusive, o de moda e vestuário”, afirmou Gilberto.

Outro representante que acompanhará o evento é o presidente da Associação Brasileira de Indústria, Comércio e Inovação na China (Bracham), Henry Osvald, que reforçou a importância do estudo do IPF-MT. “A região mato-grossense é uma das mais ricas no mundo na produção de alimentos e pecuária, a qual certamente gera grande interesse de investidores externos”.

A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, que apoia a realização do evento, está convidando os prefeitos para acompanhar o lançamento. O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que a pesquisa contribui para a divulgação do potencial do estado para investidores e para toda a sociedade. “Mato Grosso é um estado com enormes potenciais e iniciativas como essa contribuem para disseminar informações e gerar oportunidades”, frisou.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, ressaltou a necessidade de mostrar as potencialidades do estado, fomentando novos investidores a migrarem para Mato Grosso. “Saber do interesse de entidades internacionais em participar do evento nos confirma que estamos no caminho certo. Este estudo vai levar informações estratégicas e que irão ajudar todas as regiões do estado a se desenvolverem, tornando Mato Grosso ainda mais promissor”, afirmou.

O evento contará, ainda, com a palestra on-line do economista e professor-doutor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Paulo Gala, com o tema ‘Complexidade Econômica: como entender esse cenário?’. Ele adiantou parte do que será apresentado, como a conquista de Mato Grosso na fronteira agrícola e pecuária do país e os próximos passos para continuar no caminho do desenvolvimento. “O grande desafio do estado é conquistar a fronteira tecnológica, principalmente nas áreas que envolvam o agronegócio”, explicou ele. 

O evento terá transmissão ao vivo por meio de plataforma corporativa e, ainda, contará com a realização de sorteios de prêmios. As inscrições podem ser feitas no site da federação: www.fecomerciomt.org.br. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3648-1400.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MT realiza obras para reverter seca de baía
Propaganda

Cidades

AMM recomenda não realização de eventos que gerem aglomeração nas festas de fim de ano e Carnaval

Publicados

em

Por


O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, enviou um comunicado aos prefeitos recomendando que não realizem eventos que provoquem  aglomeração  de  pessoas,  principalmente  nas  festividades de fim de ano e no Carnaval de 2022, tendo em vista a chegada de variante do coronavírus no país. O alerta é fundamentado em recomendações da Organização Mundial de Saúde-OMS, de autoridades da área de saúde pública nacional, além de registros oficiais de aumentos de casos confirmados de covid-19 no Brasil.

Fraga observa que o momento é de prudência para evitar o descontrole das contaminações pelo novo coronavírus, que vitimou fatalmente mais de 600 mil pessoas no país, das quais mais de 14 mil eram de Mato Grosso. “Estamos acompanhando o aumento de casos na Europa e na Ásia. E neste período de incerteza os gestores públicos têm que ser bastante cautelosos para adotar medidas que garantam a proteção da população e a eficiência do sistema público de saúde. Estamos fazendo as recomendações, mas a decisão sobre a realização dos eventos cabe a cada prefeito e prefeita”, assinalou.

O Boletim Observatório Covid-19 da Fiocruz, publicado  este mês, adverte que a  atual  “nova  onda”  de coronavírus, em decorrência do surgimento de variantes na Europa, deve servir como alerta ao Brasil, que tem pouco mais de  60%  da  sua população  totalmente  vacinada.  No comunicado aos prefeitos, a AMM reforça que “a gestão municipal tem como seu norteador a promoção ao bem estar  da  população  do  município,  devendo  dessa  forma  resguardar até a última instância o maior bem que um ser humano pode ter: a vida”, cita o documento.

O presidente da AMM ressalta que é extremamente necessário que os gestores e técnicos municipais estejam sempre atualizados e trabalhando em consonância, seguindo as orientações não só governamentais como  da  OMS, e de poderes  para  melhor  orientar  a  prevenção  e  cuidado  da população,  diante  da covid-19, uma  vez  que  a capacidade  de  propagação  da  doença  é  considerada  rápida,  o  que exige  maior  atenção  para  a  notificação,  confirmação  e  a intervenção oportuna dos casos.

Desde o início da pandemia, no começo do ano passado, a AMM vem orientando os gestores sobre medidas restritivas, de biossegurança, prestação de contas sobre a aplicação dos recursos recebidos, além de realizar várias reuniões por videoconferência para orientar os gestores sobre temas relacionados ao enfrentamento da emergência em saúde.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ministro da Educação e presidente do FNDE estarão em Cuiabá nesta semana
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA