CUIABÁ

Cidades

Mato Grosso registra 541.529 casos e 13.869 óbitos por Covid-19

Publicado em

Cidades


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (13.10), 541.529 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.869 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 390 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 541.529 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.057 estão em isolamento domiciliar e 524.963 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 96 internações em UTIs públicas e 46 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 29,45% para UTIs adulto e em 8% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.268), Várzea Grande (39.246), Rondonópolis (38.085), Sinop (26.098), Sorriso (18.340), Tangará da Serra (17.772), Lucas do Rio Verde (15.677), Primavera do Leste (14.743), Cáceres (11.883) e Barra do Garças (10.574).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na terça-feira (12.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.590.097 casos da Covid-19 no Brasil e 601.398 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.582.738 casos da Covid-19 no Brasil e 601.213 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quarta-feira (13.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ladrões de frigorífico tentam atravessar fronteira e morrem em troca de tiros com policiais

Propaganda

Cidades

AMM realizará reuniões com os Consórcios do Araguaia sobre lei dos resíduos sólidos

Publicados

em

Por


A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM realizará uma agenda de encontros com os municípios dos Consórcios Intermunicipais de Desenvolvimento do Araguaia para tratar sobre a lei dos resíduos sólidos e aterros sanitários. A primeira reunião será no dia 20 de outubro, às 14h, em Confresa, com os municípios que fazem parte do Consórcio Norte Araguaia para tratar da construção de um aterro sanitário que irá atender todos os municípios da região no descarte de resíduos.

Já no dia 21 de outubro, a caravana segue para Água Boa onde realiza na parte da manhã a reunião com os municípios do Consórcio Médio Araguaia sobre o aterro sanitário já existente na região e a adesão de novos prefeitos para que utilizem o local na destinação final dos resíduos sólidos. Já na parte da tarde a reunião será em Pontal do Araguaia com os prefeitos que integram o Consócio Portal do Araguaia, falando também sobre a construção de um aterro sanitário na região.

Leia Também:  Medida provisória libera R$ 9,1 bilhões para ações contra a pandemia

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, explica a importância da participação dos gestores nas reuniões. “É extremamente importante a participação de todos os prefeitos nos encontros, pois a questão dos lixões é muito delicada e séria. Vamos aproveitar esse momento para discutir e encontrar soluções”, completou o presidente.

As reuniões serão acompanhadas por representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente – Sema, equipe do senador Wellington Fagundes que está em Brasília viabilizando a liberação de recursos para a implantação da lei dos resíduos sólidos, entre outros participantes. 

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA