CUIABÁ

Cidades

Temporada de turismo 2015 retoma Festa Internacional do Pantanal

Publicado em

Cidades

Da Redação – Stéfanie Medeiros

 

O turismo em Mato Grosso é uma das área mais promissoras a serem incrementadas. Pensando nisto, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT), em parceria com o trade turístico, realiza a abertura da temporada de turismo 2015, no Hotel Fazenda Mato Grosso. Um dos principais projetos do evento é a retomada da Festa Internacional do Pantanal, que ocorrerá a partir de 2016.

A Festa Internacional do Pantanal é uma feira, geralmente realizada no Centro de Eventos em Cuiabá. Nela, pode-se encontrar artesanatos e produtos culturais diversos. Além disto, muitas edições contaram com apresentações e participação de índios do Xingú. Cada edição tem um tema relacionado ao turismo de Mato Grosso.

De acordo com a assessoria da Sedec-MT, o evento de abertura da temporada de turismo 2015 será realizado nos dias 18 e 19 de maio. O objetivo é fomentar negócios entre operadores, agentes de viagens, hotéis, resorts, companhias aéreas e setores público e privado.

Com o tema “Mato Grosso, Desenvolvimento Sustentável e Sustentabilidade do Turismo”, o evento pretender divulgar os produtos e o potencial turístico, cultural e ambiental do Estado, contribuindo assim para a democratização, ordenamento e regulamentação da atividade turística.

Na programação constam seminários, palestras, oficinas e workshops direcionados a agentes de fomento do turismo. Todas as discussões serão norteadas pelo desenvolvimento turístico sustentável, com uma abordagem fundamentada na harmonização de objetivos sociais, ambientais e econômicos.

O ministro do Turismo Vinicius Lages fará uma Conferência Magna sobre Sustentabilidade. Também haverá uma exposição sobre a força do turismo mato-grossense com artesanatos, feira gastronômica e apresentações culturais, além de vários outros eventos paralelos relacionados ao tema a serem confirmados.

A organização do evento vai realizar famtours com jornalistas de todo país para o Pantanal, Chapada dos Guimarães, Distrito de Bom Jardim em Nobres, Jaciara e um City-Tour por Cuiabá.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gestores educacionais podem realizar adesão ao PNLD até sexta-feira
Propaganda

Cidades

AMM recomenda não realização de eventos que gerem aglomeração nas festas de fim de ano e Carnaval

Publicados

em

Por


O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, enviou um comunicado aos prefeitos recomendando que não realizem eventos que provoquem  aglomeração  de  pessoas,  principalmente  nas  festividades de fim de ano e no Carnaval de 2022, tendo em vista a chegada de variante do coronavírus no país. O alerta é fundamentado em recomendações da Organização Mundial de Saúde-OMS, de autoridades da área de saúde pública nacional, além de registros oficiais de aumentos de casos confirmados de covid-19 no Brasil.

Fraga observa que o momento é de prudência para evitar o descontrole das contaminações pelo novo coronavírus, que vitimou fatalmente mais de 600 mil pessoas no país, das quais mais de 14 mil eram de Mato Grosso. “Estamos acompanhando o aumento de casos na Europa e na Ásia. E neste período de incerteza os gestores públicos têm que ser bastante cautelosos para adotar medidas que garantam a proteção da população e a eficiência do sistema público de saúde. Estamos fazendo as recomendações, mas a decisão sobre a realização dos eventos cabe a cada prefeito e prefeita”, assinalou.

O Boletim Observatório Covid-19 da Fiocruz, publicado  este mês, adverte que a  atual  “nova  onda”  de coronavírus, em decorrência do surgimento de variantes na Europa, deve servir como alerta ao Brasil, que tem pouco mais de  60%  da  sua população  totalmente  vacinada.  No comunicado aos prefeitos, a AMM reforça que “a gestão municipal tem como seu norteador a promoção ao bem estar  da  população  do  município,  devendo  dessa  forma  resguardar até a última instância o maior bem que um ser humano pode ter: a vida”, cita o documento.

O presidente da AMM ressalta que é extremamente necessário que os gestores e técnicos municipais estejam sempre atualizados e trabalhando em consonância, seguindo as orientações não só governamentais como  da  OMS, e de poderes  para  melhor  orientar  a  prevenção  e  cuidado  da população,  diante  da covid-19, uma  vez  que  a capacidade  de  propagação  da  doença  é  considerada  rápida,  o  que exige  maior  atenção  para  a  notificação,  confirmação  e  a intervenção oportuna dos casos.

Desde o início da pandemia, no começo do ano passado, a AMM vem orientando os gestores sobre medidas restritivas, de biossegurança, prestação de contas sobre a aplicação dos recursos recebidos, além de realizar várias reuniões por videoconferência para orientar os gestores sobre temas relacionados ao enfrentamento da emergência em saúde.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Parque Tecnológico do Rio poderá receber até R$ 3 bilhões em investimentos em cinco anos
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA