CUIABÁ

Cultura

Museu de Arte de MT abre exposição sobre festas de santo

Publicado em

Cultura

DA REDAÇÃO – MIDIANEWS


Cores vibrantes traduzem a fé do povo mato-grossense e saltam aos olhos, revelados pelo foco apurado do fotógrafo e documentarista Mário Friedlander. Em mostra individual que começa nesta quinta-feira (5), no Museu de Arte de Mato Grosso, ele revela recortes da cultura popular, registros de algumas das mais importantes festas de santo realizadas no Pantanal.

A exposição “Santos Pantaneiros” será lançada às 20 horas, com apresentação do grupo Mascarados de Poconé.

Ao todo 84 imagens formatadas em dois tamanhos diferentes compõem o projeto, dentre elas, um mosaico com 60 fotos que retratam os preparativos das festas religiosas e os costumes das populações tradicionais que seguem perpetuando a cultura ancestral.As fotografias podem ser conferidas até o dia 29 de novembro.

O fascínio pela temática, segundo Friedlander, é herança do sincretismo religioso adotado pelo pai. “Me atrai tanto pelo fato que meu pai era um judeu umbandista, tanto pela oportunidade de vivenciar experiências muito interessantes com comunidades e povos tradicionais”, destaca.

Leia Também:  Quadros e poesias de artistas famosos são expostos em Brasília

“Sempre me surpreendo nestes encontros. São tantos devotos, manifestações artísticas diferentes que alcançam o sobrenatural”, testemunha Mario. Ele ressalta ainda, que a presença nestes lugares e o conseqüente registro destas festas lhe exigem muito aprofundamento. “Interesso-me pelas origens, pesquiso, não me limito apenas ao registro”.

Dos 35 anos em que escolheu Mato Grosso como morada, ele calcula que 17 deles foram dedicados a estas viagens. Os registros fotográficos foram feitos nas festas de São Benedito, Divino, Santana, São João e São Gonçalo, São Pedro, Cavalhada de São Benedito, todas realizadas em Poconé, além de São Bento e nossa Senhora Aparecida de Rosário Oeste, festa de São Pedro da Comunidade de Joselândia e Santo Antônio da comunidade Maravilha de Poconé.

A diretora executiva do museu, Viviene Lozi, declara que as imagens revelam tradição das celebrações festivas presentes na cultura popular brasileira. “O Governo de Mato Grosso e o Museu de Arte convidam o público, pois foi especialmente idealizada. Uma instalação denominada Arco da Iluminação, deve encantar o público”, garante.
Segundo Viviene, trata-se de uma réplica com elementos usados na cerimônia a exemplo das luminárias de cerâmica, um altar que estabelece o caráter precioso do costume regional das comunidades festeiras, além de uma sala repleta de bandeirolas, que costumam ser ícones da decoração destas festividades.

Leia Também:  Olimpíadas e Festival de Música serão realizados em setembro

Arte e denúncia

Quem conferir a abertura da exposição tem ainda a oportunidade de conferir outra mostra, a Hemma Thomas. Esta denuncia por meio da arte, um universo invisível aos olhos da sociedade que se materializa em relatos diários de boletins de ocorrência e reportagens que denunciam os horrores da violência doméstica. O acervo surrealista com comprometimento social que escandaliza e denuncia, pode ser visto até o dia 22 de novembro.

O Museu de Arte de Mato Grosso é administrado via contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, por meio da Associação Casa de Guimarães. Visitações podem ser feitas de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cultura

Músicos do Legião Urbana se apresentam em Cuiabá

Publicados

em

VINICIUS LEMOS
DA REDAÇÃO – MIDIANEWS

Um show histórico será apresentado esta noite, às 21h30, em Cuiabá, no Centro de Eventos do Pantanal. Os músicos Dado Villas Lobos & Marcelo Bonfá, integrantes da formação original do Legião Urbana, apresentam o show Legião Urbana XXX anos.

O espetáculo marca a comemoração dos 30 anos de lançamento do primeiro disco da banda e reúne todos os sucessos da obra, na primeira parte do show, com apresentação do cantor André Frateschi nos vocais.

Na segunda parte, Dado e Bonfá vão receber convidados especiais para fazer parte da Legião com 15 canções que se tornaram hits de sucesso, como Tempo Perdido, e as faixas do CD 4 Estações ( Há tempos, Pais e Filhos, Meninos e Meninas, Quando o Sol Bater”).

O músico Marcelo Bonfá conversou com o MidiaNews na tarde deste sábado (19), e comentou sobre as expectativas para o show.
Valdineia Fernandes/Mário Zeferino
Legião Urbana
Marcelo Bonfá comemorou o encontro de gerações presentes no show, que acontecerá neste sábado (19)

“Estamos animados para a apresentação. Essa turnê representa um momento muito especial para a nossa carreira. Depois dos 50 anos, a gente passa a ver o tempo de outro modo”, comentou.

Leia Também:  Olimpíadas e Festival de Música serão realizados em setembro

O público presente no show deverá ser composto por pessoas de todas as idades, incluindo fãs que acompanharam a época de auge da banda e outros que nasceram após o final do grupo.

“Essa mistura de pessoas é muito bonita. Fico muito feliz vivendo esse momento”.

“São várias gerações acompanhando o show. Essa nova galera, da internet, tem acesso ativo a todos os conteúdos”, completou Bonfá.

O músico se prepara para lançar um disco com regravações de músicas que tem como temática a cachaça, item do qual ele tornou-se produtor.

“Há cinco anos estou trabalhando com cachaça e, agora, resolvi lançar um CD somente com músicas sobre o tema”, disse.

Outro destaque do show, Dado Villas Lobos chegou contente ao almoço da banda neste sábado (19). Ele comemorava o fato de ter ganhado uma viola de cocho, instrumento típico da região, após uma visita ao ateliê do artista Alcides Santos, filho do ícone da cultura popular, Seo Caetano dos Santos.

Leia Também:  Ministro do Turismo defende ações que incentivem população a viajar mais pelo país

“Estou bastante contente com meu presente [a viola de cocho]. Para hoje à noite, espero que todos compareçam ao show, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá”, convidou Villas Lobos.

A abertura dos portões será feita às 21h30 e os ingressos podem ser comprados no site da Casa de Festas (Clique Aqui) ou no próprio Centro de Eventos do Pantanal, que está com a bilheteria funcionando durante todo este sábado (19).

Os ingressos para a pista custam R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira). O camarote está em torno de R$ 100, conforme a organização.
Valdineia Fernandes/Mário Zeferino
Legião Urbana
Músicos almoçaram no restaurante árabe “Al Manzul”, em Cuiabá

Almoço no Al Manzul

Neste sábado, os músicos almoçaram no restaurante árabe da região, Al Manzul. Os artistas elogiaram o estabelecimento.

Conforme o proprietário do local, Jamil Ayoub, Marcelo Bonfá se encantou com o restaurante.

“O Bonfá contou que ficou impressionado com o ambiente e a decoração do local. Ele não esperava encontrar algo tão incrível como o Al Manzul em Cuiabá”, disse Ayoub.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA