CUIABÁ

Cultura

Músicos do Legião Urbana se apresentam em Cuiabá

Publicado em

Cultura

VINICIUS LEMOS
DA REDAÇÃO – MIDIANEWS

Um show histórico será apresentado esta noite, às 21h30, em Cuiabá, no Centro de Eventos do Pantanal. Os músicos Dado Villas Lobos & Marcelo Bonfá, integrantes da formação original do Legião Urbana, apresentam o show Legião Urbana XXX anos.

O espetáculo marca a comemoração dos 30 anos de lançamento do primeiro disco da banda e reúne todos os sucessos da obra, na primeira parte do show, com apresentação do cantor André Frateschi nos vocais.

Na segunda parte, Dado e Bonfá vão receber convidados especiais para fazer parte da Legião com 15 canções que se tornaram hits de sucesso, como Tempo Perdido, e as faixas do CD 4 Estações ( Há tempos, Pais e Filhos, Meninos e Meninas, Quando o Sol Bater”).

O músico Marcelo Bonfá conversou com o MidiaNews na tarde deste sábado (19), e comentou sobre as expectativas para o show.
Valdineia Fernandes/Mário Zeferino
Legião Urbana
Marcelo Bonfá comemorou o encontro de gerações presentes no show, que acontecerá neste sábado (19)

“Estamos animados para a apresentação. Essa turnê representa um momento muito especial para a nossa carreira. Depois dos 50 anos, a gente passa a ver o tempo de outro modo”, comentou.

Leia Também:  Ícone da capital, Catedral de Brasília completa 45 anos

O público presente no show deverá ser composto por pessoas de todas as idades, incluindo fãs que acompanharam a época de auge da banda e outros que nasceram após o final do grupo.

“Essa mistura de pessoas é muito bonita. Fico muito feliz vivendo esse momento”.

“São várias gerações acompanhando o show. Essa nova galera, da internet, tem acesso ativo a todos os conteúdos”, completou Bonfá.

O músico se prepara para lançar um disco com regravações de músicas que tem como temática a cachaça, item do qual ele tornou-se produtor.

“Há cinco anos estou trabalhando com cachaça e, agora, resolvi lançar um CD somente com músicas sobre o tema”, disse.

Outro destaque do show, Dado Villas Lobos chegou contente ao almoço da banda neste sábado (19). Ele comemorava o fato de ter ganhado uma viola de cocho, instrumento típico da região, após uma visita ao ateliê do artista Alcides Santos, filho do ícone da cultura popular, Seo Caetano dos Santos.

Leia Também:  Linguajar Cuiabano é tombado

“Estou bastante contente com meu presente [a viola de cocho]. Para hoje à noite, espero que todos compareçam ao show, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá”, convidou Villas Lobos.

A abertura dos portões será feita às 21h30 e os ingressos podem ser comprados no site da Casa de Festas (Clique Aqui) ou no próprio Centro de Eventos do Pantanal, que está com a bilheteria funcionando durante todo este sábado (19).

Os ingressos para a pista custam R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira). O camarote está em torno de R$ 100, conforme a organização.
Valdineia Fernandes/Mário Zeferino
Legião Urbana
Músicos almoçaram no restaurante árabe “Al Manzul”, em Cuiabá

Almoço no Al Manzul

Neste sábado, os músicos almoçaram no restaurante árabe da região, Al Manzul. Os artistas elogiaram o estabelecimento.

Conforme o proprietário do local, Jamil Ayoub, Marcelo Bonfá se encantou com o restaurante.

“O Bonfá contou que ficou impressionado com o ambiente e a decoração do local. Ele não esperava encontrar algo tão incrível como o Al Manzul em Cuiabá”, disse Ayoub.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cultura

10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo exibe 40 filmes em Cuiabá

Publicados

em

DA ASSESSORIA – MIDIANEWS


O Cine Sesc Arsenal, em Cuiabá, será palco das sessões da 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo, entre os dias 24 e 29 de novembro. Entre os filmes que serão exibidos estão Betinho, A Esperança Equilibrista, sobre o sociólogo Hebert de Souza, 500, Os bebês roubados pela ditadura argentina, sobre a luta das avós da Praça de Maio, o recente Numa Escola de Havana, e Silêncio das Inocentes, sobre violência contra a mulher.

Fazem parte da programação 40 filmes entre curtas, médias e longas-metragens, divididos em três mostras: Homenagem, Panorama e Temática.  Todas as exibições são gratuitas.

A 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo teve início dia 13 de novembro e segue até o dia 20 de dezembro, passando por todas as 26 capitais do país e pelo Distrito Federal.

Sobre as mostras

A Mostra Homenagem faz uma retrospectiva representativa das 9ª edições anteriores e exibe filmes premiados em cada edição, a Mostra Temática terá como foco Criança e Adolescente, e a Mostra Panorama reunirá 24 filmes produzidos a partir de 2011 no Brasil, França, Estados Unidos e Singapura, selecionados por meio de chamada pública.

A 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo é uma edição comemorativa, que celebra esta iniciativa de fortalecimento e disseminação da cultura e da educação em Direitos Humanos. Ela foi lançada para celebrar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948.

“A linguagem cinematográfica mobiliza corações, mobiliza mentes. Essa mostra de cinema mobiliza as pessoas a pensarem sobre esse tema que é tão importante para nós em um momento em que precisamos reafirmar os valores dos direitos humanos e o respeito às diferenças”, diz o secretário especial de Direitos Humanos do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Rogério Sottili.

Realizada pelo Governo Federal, através do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e da Secretaria Especial de Direitos Humanos, com produção do ICEM – Instituto Cultura Em Movimento, a Mostra dedica-se a apresentar filmes que discutem temas atuais de Direitos Humanos, como: direitos das pessoas com deficiência; população LGBT/enfrentamento da homofobia; memória e verdade; crianças, adolescentes e juventude; pessoas idosas; população negra; população em situação de rua; mulheres; Direitos Humanos e segurança pública; proteção aos defensores de Direitos Humanos; direito à participação política; combate à tortura; situação prisional; democracia e Direitos Humanos; saúde mental; cultura e educação em Direitos Humanos.

Leia Também:  Palco Giratório no Sesc e Renato Russo no cinema

Programação:

24 de novembro (terça-feira)  – Sessão Especial para Convidados

18h – Abraço de Maré, Victor Ciriaco , 16 min., Doc , Brasil, 2013
– Betinho – A Esperança Equilibrista, Victor Lopes, 89 min.,Doc, Brasil, 2015, Livre

25 de novembro (quarta-feira)

14h – O Contador de Histórias, Luiz Villaça, 110 min., Ficção, Brasil, 2009, 12 anos

16h – Pele, um real, Aline Guimarães, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, Livre
– Muito Além do Peso, Estela Renner, 90 min., Doc, Brasil, 2012, Livre

18h– O Muro é Meio, Eudualdo Monção Jr., 15 min., Doc, Brasil, 2014, 10 anos
– Branco Sai, Preto Fica, Adirley Queirós, 93 min., Ficção, Brasil, 2015, 12 anos

20h – Gigantes da Alegria, Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano, 15 min., Doc, Brasil, 2014
– Encantados, Tizuka Yamazaki, 78 min., Ficção, Brasil, 2014

26 de novembro (quinta-feira)

14h – Numa Escola de Havana, Ernesto Daranas, 90 min., Ficção, Brasil, 2012, 12 anos

16h – 500 – Os bebês roubados pela ditadura argentina, Alexandre Valenti, 100 min., Doc, Argentina – Brasil, 201, 12 anos

18h– Cartas do Desterro, Coraci Ruiz e Julio Matos, 15 min., Doc, Brasil, 2014, Livre
– Sobre Coragem, Guilherme Xavier, 23 Min., Doc, Brasil, 2014, 12 anos
– Porque temos esperança, Susanna Lira, 71 Min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos

20h- Léo, Mariani Ferreira, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, 14 anos
-Habita-me se em ti transito, Claudia Rangel, 23 min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos
– Quem matou Eloá?, Lívia Perez, 24 min., Doc, Brasil, 2015, 16 anos

27 de novembro (sexta-feira)

14h – A Visita, Leandro Corinto, 8 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre
– Alma da Gente, Helena Solberg e David Meyer, 83 min., Doc, Brasil, 2013, 10 anos

16h– Nau Insensata, Cristiano Sidoti, 15 min., Brasil, Doc, 2014, Livre
– Do Outro Lado da Cozinha, Jeanne Dosse, 40 min., Doc, Brasil, 2013

18h – O Plantador de quiabos, Coletivo Santa Madeira, 15 min., Ficção, Brasil, 2010, Livre
– Procura-se Janaína, Miriam Chnaiderman, 54 min., Doc, Brasil, 2007, Livre

Leia Também:  Mostra leva a São Paulo filmes portugueses produzidos entre 2000 e 2012

20h – Do meu lado, Tracisio Lara Puiati, 14 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre
– Colegas, Marcelo Galvão, 103 min., Ficção, Brasil, 2013, Livre

28 de novembro (sábado)

14h – Correntes, Caio Cavechini, Ivan Paganotti e Evelyn Kuriki, 58 min., Doc, Brasil, 2006, 12 anos

16h- Nunca Mais Cochabamba, 11 de janeiro de 2007, Roberto Alem, 52 min., Doc , Bolívia, 2007, Livre

18h – Meu Amigo Nietzsche, Fáuston da Silva, 15 min., Ficção, Brasil, 2012, Livre
– Silêncio das Inocentes, Ique Gazzola, 52 min., Doc, Brasil, 2010, 12 anos

20h – Sandrine, Elen Linth e Leandro Rodrigues, 12 min, Ficção, Brasil, 2015, 16 anos
– À queima roupa, Theresa Jessouroun, 90 min, Doc, Brasil, 2014, 16 anos

29 de novembro (domingo)

14h– Memórias para uso diário, Beth Formaggini, 80 min., Doc, Brasil, 2007, 12 anos

16h– Na Direção do Som, Jonathan Gentil e Pedro Prado, 15 min., Doc, Brasil, 2013, Livre
– Ninguém Nasce no Paraíso, Alan Schvarsberg, 25 Min., Doc, Brasil, 2015, Livre
– Félix, o Herói da Barra, Edson Fogaça, 72 min., Doc, Brasil, 2015, Livre

18h – Eu não quero voltar sozinho, Daniel Ribeiro e Diane Almeida, 17 min, Ficção, Brasil, 2010, Livre
– Quando a casa é a rua, Theresa Jessouroun, 35 min, Doc , Brasil, 2012, Livre

20h – Submarino, Rafael Aidar, 12 min, Ficção Brasil, 2015, 12 anos
– Quando meus pais não estão em casa, Anthony Chen, 99 min, Ficção, Singapura, 2013, 12 anos

Serviço:

10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo

Local: Cine Sesc Arsenal

Endereço: Rua 13 de junho, S/N

Data: 24 a 29 de novembro (terça-feira a domingo)

Horário: Consultar Programação

Ingressos: Grátis

Lotação: 78 lugares

Classificação Indicativa: Consultar Programação

Realização: Governo Federal, através do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e da Secretaria Especial de Direitos Humanos, com produção do ICEM – Instituto Cultura Em Movimento.

Mais informações pelos telefones:

+55 21 3804.5600 (Instituto Cultura Em Movimento)

+55 61 2027.3941 (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – Ascom)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA