Ir para o menu principal Ir para o conteudo principal

RepórterMT

O senador Carlos Favaro (PSD) foi um dos 14 que votaram contra a redução de juros do cheque especial e do cartão de crédito (PL 1.166/2020) na noite deta quinta-feira (06) no Congresso Federal.

O texto impõe, durante o estado de calamidade pública decorrente da covid-19, um teto de juros de 30% que bancos e instituições financeiras poderão cobrar ao ano de seus consumidores. O que significa que reduziria as taxas de juros cobradas pelos bancos.

O  projeto foi aprovado, em caráter excepcional, mas fontes de Brasília-DF revelaram a indignação do senador Jorge Kajuru (CIDADANIA) com a postura do senador mato-grossense.