CUIABÁ

MUNDO

Homem mata várias pessoas na Noruega em ataque com arco e flecha

Publicado em

MUNDO


Um homem usando um arco e flecha matou várias pessoas e feriu outras em um ataque na cidade norueguesa de Kongsberg nesta quarta-feira, informou a polícia.

“O homem foi preso. Pelas informações que temos agora, essa pessoa executou essas ações sozinha”, disse o chefe de polícia, Oeyvind Aas, em entrevista a repórteres.

“Várias pessoas ficaram feridas e várias estão mortas”, disse Aas. Ele não quis comentar sobre o número de vítimas.

Os ataques ocorreram em uma “área grande” de Kongsberg, um município de cerca de 28 mil habitantes no sudeste da Noruega, a 68 quilômetros da capital Oslo.

Após os ataques, a polícia disse que ordenou imediatamente que policiais de todo o país portassem armas de fogo. A polícia norueguesa normalmente anda desarmada, mas os oficiais têm acesso a armas e fuzis quando necessário.

“Esta é uma precaução extra. A polícia não tem nenhum indício até agora de que haja uma mudança no nível de ameaça nacional”, disse a diretoria em um comunicado.

A ministra da Justiça e Segurança Pública da Noruega Monica Maeland recebeu atualizações sobre os ataques e está monitorando de perto a situação, disse o ministério.

Leia Também:  Cumbre Vieja: o que se sabe sobre a erupção que pode impactar o Brasil

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

MUNDO

DF: Suspeito de carbonizar homem tentou serrar crânio e retirar pele do rosto

Publicados

em

Por


source
Terreno onde o corpo de Carlos Pires de Lima foi encontrado já carbonizado
PCDF

Terreno onde o corpo de Carlos Pires de Lima foi encontrado já carbonizado

O assassinato do catador de materiais recicláveis Carlos Pires de Lima, no Distrito Federal, ganhou detalhes macabros nesta terça-feira. Segundo policiais que atuam no caso, o suspeito André Soares Ferreira, detido no último dia 8, tentou serrar o crânio da vítima e retirar a pele do rosto para dificultar a identificação do corpo. As informações são do Metrópoles.

A polícia ainda não sabe se há alguma motivação para o crime. O Instituto Médico Legal (IML) trabalha para identificar os restos mortais encontrados pelos policiais. O material recolhido levantaram as suspeitas sobre o tipo de mutilação.

Ferreira é suspeito de matar, mutilar, carbonizar e beber o sangue de Lima. O corpo foi encontrado em um terreno baldio na região de Samambaia Norte no dia 4 de setembro.

Os investigadores suspeitam que o suspeito tenha se envolvido em um tipo de ritual macabro, já que o local do crime tinha desenhos de um demônio, um cartaz de uma série de terror e o número 666. Na delegacia, ele disse ter “proteção espiritual” para escapar das acusações, e negou que tenha cometido o crime.

A identificação foi possível por meio de câmeras de segurança. As imagens mostram um homem de capa vermelha e cartola no dia do crime, itens que Ferreira admitiu usar.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA