Ir para o menu principal Ir para o conteudo principal

RepórterMT

Teste sorológico que garante 100% de sensibilidade para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) está disponível aos mato-grossenses no Laboratório Inac. O teste, fabricado pela farmacêutica Roche, é feito em sistema de drive thru na unidade do bairro Jardim Cuiabá, na Capital. A coleta do material (sangue) é realizada dentro do veículo, o que garante a segurança do paciente, e o resultado sai em até três horas.

A principal vantagem do teste da Roche é o alto nível de precisão, o que faz dele o teste sorológico rápido mais confiável do mercado. O exame apresenta 100% de sensibilidade para anticorpos contra o Sars-CoV-2 e especificidade maior que 99,8%, o que diminui a probabilidade de falsos positivos.

A sensibilidade indica o nível de precisão do teste e, quanto mais alta for, menor a taxa de falsos negativos. Já a especificidade elevada aponta quão específico é o teste para detecção de anticorpos contra o Sars-CoV-2, causador da Covid 19.

Os testes sorológicos verificam a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus e, apesar de detectarem a partir do sétimo dia de contágio, apresentam maior eficácia quando feitos a partir do décimo dia de contágio. Isso se deve ao fato de que produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus.

Diversos testes de anticorpos tiveram sua eficácia questionada por especialistas, em especial os testes rápidos aprovados para distribuição em farmácias, por apresentarem alta taxa de falsos negativos nos primeiros dias após a infecção e alta ocorrência de falsos positivos após duas a três semanas do contágio.

A sensibilidade do teste da Roche, no entanto, depende do período em que for realizado, e só atinge 100% se feito a partir do 14º dia após o contágio. Antes disso, entre o 1º e o 6º dia, a sensibilidade é de apenas 65,5%, e entre o 7º e o 13º dia, 88,1%.

O mesmo teste teve aprovação pela FDA para uso nos Estados Unidos e das autoridades de saúde pública da Inglaterra.

O exame foi validado com pacientes cujos testes de RT-PCR deram positivo para o novo coronavírus e, após 14 dias de infecção, não estavam mais infectados. O uso dos testes moleculares para comprovar a infecção confirma que os indivíduos testados via sorologia contraíram de fato a Covid-19.

Apesar de a imunidade adquirida para o novo coronavírus ainda ser considerada incerta pelos pesquisadores, testes sorológicos mais eficazes como o da Roche indicam uma resposta mais assertiva sobre a presença de anticorpos contra o Sars-CoV-2 no organismo do paciente. 

Fonte:

Comentários


Não há comentários até o momentos