CUIABÁ

Polícia

Curso de Policiamento Ambiental da PM tem início com palestra do desembargador do TJ

Publicado em

Polícia


O Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental realizou, na tarde de segunda-feira (18.10), a aula inaugural do 4º Curso de Policiamento Ambiental. A abertura contou com uma palestra do desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, José Zuquim Nogueira, e foi realizada no auditório da Controladoria-Geral do Estado (CGE), no Centro Político Administrativo, na Capital.

A aula magna do curso contou com a presença do comandante-geral adjunto da Polícia Militar, Daniel Lipi Alvarenga, entre outras autoridades civis e militares. Ao todo, 36 policiais do Estado de Mato Grosso e da Paraíba vão participar da capacitação, que terá duração de oito semanas e será ministrada pelo Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental.

“É uma oportunidade ímpar poder capacitar nossos agentes e prestar um serviço de qualidade cada vez melhor para a sociedade. Com o 4º curso, a instituição espera potencializar ainda mais as suas ações voltadas à preservação da fauna e da flora”, destacou o comandante-geral adjunto da PM, Daniel Lipi Alvarenga.

Leia Também:  RAIO prende suspeito por furto a loja de departamento na Avenida do CPA

Ministrada pelo desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, José Zuquim Nogueira, a palestra inaugural abordou o tema “A Importância da razoabilidade na atuação da Polícia nas questões ambientais: uma visão jurisdicional”, pauta destacada na ordem do dia pelo comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, o tenente-coronel Fagner Augusto, que enalteceu a integração dos poderes civis e militares na viabilização do curso: “Ressalto que a integração é a chave mestra para a viabilização do 4º curso de policiamento ambiental. Destaco o apoio incondicional da polícia militar por meio de toda a sua estrutura organizacional, a Secretaria de Estado de Segurança Pública, o Corpo de Bombeiros Militar, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente, o Ministério Público e o Poder Judiciário de MT, dentre outros parceiros”, disse o comandante, que concluiu:

“Os alunos participantes terão acesso a conteúdos como legislação ambiental, técnicas e táticas voltadas para o policiamento ambiental, com isso, temos o desafio de capacitar qualitativamente e unir os militares com aptidões e conhecimentos, indispensáveis para a realização das atividades de policiamento e fiscalização ambiental com qualidade técnica e operacional”.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que tentava renovar CNH utilizando documento falso em Confresa

No final da solenidade, o desembargador José Zuquim Nogueira recebeu a medalha de Mérito Protetor Ambiental, destinada a homenagear aqueles que contribuem significadamente para a evolução e o fortalecimento do policiamento ambiental.

Também estiveram presentes na solenidade o subchefe do Estado-Maior Geral, Carlos Eduardo Pinheiro da Silva e o comandante do comando especializado de policiamento, coronel José Nildo Silva de Oliveira.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Encontro debate atuação de Delegacias de Homicídios e metodologia única no esclarecimentos de crimes

Publicados

em

Por


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso participou nesta semana 2º Encontro Nacional de de Diretores de Departamentos de Homicídios, realizado em Canela (RS), que reuniu representantes dos 26 estados e do Distrito Federal. 

Imagens: DCS/PC-RS

O delegado Fausto Freitas da Silva, titular da DHPP de Cuiabá, representou a insituição no evento, realizada nesta terça e quarta-feiras, que teve como proposta promover a troca de experiências entre os departamentos que atuam em investigações de crimes dolosos contra a vida e trabalhar uma metodologia única para o cálculo de resolução de crimes.

“O encontro foi importante para que as Polícias Civis pudessem debater estratégias de padronização das unidades no País e fortalecer as instituições na atuação nos crimes contra a vida. Trocamos boas práticas e atuamos no sentido de buscar uma metodologia única no País para o cálculo da resolutividade dos crimes de homicídios ”, destacou Fausto.

O evento contou com a participação da chefe da Polícia Civil rio-grandense, delegada Nadine Anflor e da diretora do DHPP da instituição, Vanessa Pitrez. A presidente do CONCPC destacou que as discussões do encontro serão apresentadas aos delegados-gerais que participam, também no Rio Grande do Sul, da 55ª Ordinária do Conselho Nacional.

Leia Também:  Polícia Civil distribui mais de uma tonelada de alimentos e materiais de limpeza em Barra do Garças

Palestras

Na primeira parte do encontro, os participantes assistiram uma palestra sobre o sistema penitenciário como fonte de produção de conhecimento na investigação de homicídios, com o Departamento Penitenciário Nacional.

 

O coordenador-geral de Crime Organizado da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do MJSP, delegado Carlos Augusto Bock falou sobre as estatégias nacionais de redução de homicídios no País.

O segundo dia do evento contou com palestras do vice-governador secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira, que falou sobre a estratégia de redução de homicídios no estado.

A diretora do Insituto Sou da Paz, Carolina Ricardo, também participou do encontro e falou da participação da sociedade civil organizada na criação de políticas para a redução de crimes contra a vida no País.

Carta de Canelas

Ao final do encontro, os delegados apresentaram a Carta de Canelas com as propostas debatidas, como a padronização da metodologia para elucidação dos crimes, elaboração da estratégia nacional de redução de homicídios, fortalecimento das equipes das unidades policiais, cadeia de custódia e rede integrada de informações. O documento será entregue ao Conselho Nacional dos Chefes e Delegados-Gerais.

Leia Também:  Rapaz é preso após roubar celular no bairro Asa Bela
 

Foi também criado o Comitê Nacional de Chefes de Departamentos de Homicídios, sendo escolhida a delegada Vanessa Pitrez como presidente e o delegado Fausto Freitas como o representante da Região Cebtro-Oeste.

Com informações do DCS/ PC-RS

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA