CUIABÁ

Polícia

Força Tática prende dois homens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma

Publicado em

Polícia


Policiais militares da Força Tática prenderam dois homens, de 18 e 30 anos, por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e utilização de simulacro de arma para cometer crimes, na noite desta segunda-feira (24.01), em Várzea Grande. Uma réplica de fuzil, tabletes e porções de entorpecentes foram apreendidos.

Por volta de 20h30, durante patrulhamento pelo bairro Nova Fronteira, a equipe policial flagrou o motorista de um veículo Pálio nervoso ao avistar a viatura da Força Tática. A abordagem foi realizada e durante busca veicular foi localizado um tablete de substância análoga à pasta base.

Questionado sobre a origem das drogas, o homem afirmou que entregaria o entorpecente para um segundo suspeito e que em sua residência havia mais drogas guardadas. Os policiais se deslocaram para onde estava o referido suspeito, que durante entrevista afirmou que receberia os entorpecentes a mando de uma facção criminosa. 

Em seguida, a equipe foi até a residência do primeiro suspeito abordado e localizaram mais um tablete e dois pedaços grandes de substância análoga a pasta base, uma porção de cocaína e outra de maconha. Além disso, uma réplica de um fuzil .556 e uma munição, também foram encontrados na residência.

Leia Também:  Policiais civis recuperam veículo furtado e prendem um homem por receptação

Diante dos fatos, os suspeitos foram encaminhados para à Central de Flagrantes para o registro da ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

PRF apreende cocaína e armas em Poconé

Publicados

em

Por

Ontem (17), a Polícia Rodoviária Federal realizava fiscalização no km 635 BR 070, município de Poconé, quando deu ordem de parada a um caminhão a qual estava transportando diversos veículos usados.

Durante a fiscalização, a equipe da PRF percebeu que apenas um dos veículos carregados era originário de Ji Paraná/RO e os outros eram todos de um mesmo município, porém diferente daquele. 

Diante das informações, os policiais decidiram realizar uma busca mais detalhada em todos os veículos, sobretudo, no que chamou mais atenção. Além disso, o veículo era um dos poucos que estava muito empoeirado e tinha algumas partes já desmontadas.

Em vista disso, os policiais decidiram realizar uma busca mais detalhada neste veículo. Ao abrirem, perceberam que ele estava com a aparência de ter rodado em lugares empoeirados e tinha algumas partes internas com aparência de terem sido mexidas.

Ao tempo que foi aberto o porta-malas, fora notado que o carpete que cobria fundo do banco traseiro tinha cor diferente do restante e aparentava ser novo, o que aumentou a suspeita. Ao ser retirado o carpete, percebeu-se uma solda recente, entretanto o banco não retraía, o que causou grande estranheza à equipe. Nesse instante, percebeu-se um fio o qual auxiliava a liberar o banco, constatando-se que havia um fundo falso no banco.

Leia Também:  Polícia Militar lança operação "Força Total" nesta terça-feira (17) em Cuiabá

Aberto o compartimento, foram encontrados 24 tabletes e duas submetralhadoras, uma calibre .40 e outra 9mm e 7 carregadores. Ao continuar a verificação, ainda foram achados mais 19 tabletes escondidos em um compartimento oculto na caixa de ar lateral esquerda do veículo. O peso total chegou a 48 kg de cocaína.

Questionado sobre o ilícito, o motorista afirmou ter apenas sido contratado por uma empresa para fazer o transporte dos veículos, alegando não ter nenhum tipo de envolvimento. O veículo seria levado para o estado da Bahia.

Diante dos fatos, ficou configurado, a princípio, o crime de tráfico de drogas e porte/posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, tudo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária para os procedimentos cabíveis. O motorista da carreta foi conduzido apenas como testemunha.

Fonte: PRF MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA