CUIABÁ

Polícia

PM prende suspeita por roubo a residência no bairro Chapéu do Sol

Publicado em

Polícia


Nesta terça-feira (19.10), policiais militares da 4º Batalhão prenderam uma mulher de 18 anos por roubo, tráfico de drogas, sequestro e posse ilegal de arma de fogo, em Várzea Grande. A suspeita foi presa por participação à um roubo a residência.

Por volta das 06h30, policiais foram acionados, via 190, para atender uma ocorrência de roubo a residência, na Rua 10, no bairro Chapéu do Sol. No local, a equipe da Polícia Militar foi informada pelas vítimas, que as mesmas saiam do imóvel quando foram abordadas por dois homens encapuzados em uma motocicleta.  

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas – um homem, uma mulher e uma criança de seis anos de idade -, foram rendidas pelos suspeitos armados, que  os mantiveram em  cárcere privado por mais uma hora dentro da residência. 

Os criminosos roubaram o carro Prisma da família, aparelhos eletrônicos, celulares, entre outros itens de valor. Os policiais rastrearam um dos celulares levado pelos suspeitos e chegaram até uma casa no bairro da Figueirinha. A mulher tentou fugir, mas foi presa no quintal do imóvel.  

Leia Também:  Mulher é pega com caminhonete adulterada em Rondonópolis

A motocicleta utilizada no roubo foi encontrada na residência da suspeita, assim como, objetos roubados, envelopes contendo a droga Skank (Super maconha) e uma balança de precisão. A suspeita disse que o marido é o autor do roubo a residência. Por telefone, o marido da suspeita contou onde estava o carro da família e a arma de fogo.

O carro foi localizado em um matagal no bairro Jardim Petrópolis. A PM segue em diligências em busca do suspeito. A mulher, que possui antecedentes criminais, foi presa e conduzida para a Central de Flagrantes.   

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Encontro debate atuação de Delegacias de Homicídios e metodologia única no esclarecimentos de crimes

Publicados

em

Por


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso participou nesta semana 2º Encontro Nacional de de Diretores de Departamentos de Homicídios, realizado em Canela (RS), que reuniu representantes dos 26 estados e do Distrito Federal. 

Imagens: DCS/PC-RS

O delegado Fausto Freitas da Silva, titular da DHPP de Cuiabá, representou a insituição no evento, realizada nesta terça e quarta-feiras, que teve como proposta promover a troca de experiências entre os departamentos que atuam em investigações de crimes dolosos contra a vida e trabalhar uma metodologia única para o cálculo de resolução de crimes.

“O encontro foi importante para que as Polícias Civis pudessem debater estratégias de padronização das unidades no País e fortalecer as instituições na atuação nos crimes contra a vida. Trocamos boas práticas e atuamos no sentido de buscar uma metodologia única no País para o cálculo da resolutividade dos crimes de homicídios ”, destacou Fausto.

O evento contou com a participação da chefe da Polícia Civil rio-grandense, delegada Nadine Anflor e da diretora do DHPP da instituição, Vanessa Pitrez. A presidente do CONCPC destacou que as discussões do encontro serão apresentadas aos delegados-gerais que participam, também no Rio Grande do Sul, da 55ª Ordinária do Conselho Nacional.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre 28 ordens judiciais contra organização criminosa em operação deflagrada em Poxoréu

Palestras

Na primeira parte do encontro, os participantes assistiram uma palestra sobre o sistema penitenciário como fonte de produção de conhecimento na investigação de homicídios, com o Departamento Penitenciário Nacional.

 

O coordenador-geral de Crime Organizado da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do MJSP, delegado Carlos Augusto Bock falou sobre as estatégias nacionais de redução de homicídios no País.

O segundo dia do evento contou com palestras do vice-governador secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira, que falou sobre a estratégia de redução de homicídios no estado.

A diretora do Insituto Sou da Paz, Carolina Ricardo, também participou do encontro e falou da participação da sociedade civil organizada na criação de políticas para a redução de crimes contra a vida no País.

Carta de Canelas

Ao final do encontro, os delegados apresentaram a Carta de Canelas com as propostas debatidas, como a padronização da metodologia para elucidação dos crimes, elaboração da estratégia nacional de redução de homicídios, fortalecimento das equipes das unidades policiais, cadeia de custódia e rede integrada de informações. O documento será entregue ao Conselho Nacional dos Chefes e Delegados-Gerais.

Leia Também:  PRF em Rondonópolis-MT apreende 713 garrafas de vinhos importados ilegalmente
 

Foi também criado o Comitê Nacional de Chefes de Departamentos de Homicídios, sendo escolhida a delegada Vanessa Pitrez como presidente e o delegado Fausto Freitas como o representante da Região Cebtro-Oeste.

Com informações do DCS/ PC-RS

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA