CUIABÁ

Polícia

Polícia Civil recupera R$ 35 mil de vítima de estelionato pela internet

Publicado em

Polícia

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) em parceira com a Delegacia de Campo Novo dos Parecis, noroeste do Estado, recuperou o valor total de R$ 35 mil, subtraídos de uma vítima de estelionato.

As investigações iniciaram na terça-feira (17.05), logo após a vítima de 43 anos e moradora da zona rural, procurar a Delegacia de Campo Novo dos Parecis para registrar o boletim de ocorrência.

A comunicante informou que se interessou por um anúncio de venda de um veículo Cruze pelo valor de R$ 38 mil, divulgado em grupo do aplicativo WhatsApp. Durante conversa com o suposto vendedor do carro, a vítima desconfiou do valor e questionou o mesmo.

No entanto, o golpista disse que proprietário do automóvel lhe devia, bem como o valor do carro era parte do valor acordado com o dono. Em seguida, a vítima negociou a compra e foi conferir o veículo.

Após gostar do carro a vítima realizou um pagamento por meio de PIX de R$ 5 mil, e uma transferência via TED de R$ 30 mil, para conta bancária de uma mesma mulher. Somente depois que a vítima descobriu que havia caído em um golpe de estelionato.

Leia Também:  Polícia Civil identifica responsável por perfil falso e descarta ameaça de massacre em escola de Primavera do Leste

Imediatamente a DRCI foi acionada para dar apoio nas investigações, e conseguiu recuperou através de bloqueia bancário o valor total subtraído da vítima. As apurações continuam visando identificar o autor do crime.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após invadir residência de ex-companheira e tentar enforcá-la

Publicados

em

Por

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada deste domingo (26.06), em Água Boa, um homem de 35 anos por crimes de violência doméstica contra a sua ex-companheira.

A vítima procurou a Delegacia de Água Boa e afirmou que foi agredida durante a madrugada, quando o ex-companheiro invadiu a residência, pela janela, por volta das 03h15, e tentou enfoca-la.

Ela conseguiu escapar da agressão porque seu irmão chegou no momento e o agressor fugiu. Antes, ele quebrou o celular da vítima e fez ameaças contra ela.

Após diligências, o suspeito foi preso pela equipe de investigadores em sua residência, quando tentava fugir.

O investigado possui diversos registros criminais. Ele, inclusive, é alvo de medidas cautelares que o proíbem de manter contato com a vítima e da obrigação de recolhimento domiciliar no período noturno.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil de MT recupera R$ 67 mil subtraído de vítima de golpe no Tocantins
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA