CUIABÁ

Política

PSDB faz debate das prévias para escolha do candidato à presidência em 2022

Publicado em

Política


source
Prévias do PSDB
Reprodução/Youtube

Prévias do PSDB

Arthur Virgílio Neto , ex-prefeito de Manaus, Eduardo Leite , governador do Rio Grande do Sul, e João Doria , governador de São Paulo, fazem hoje o primeiro debate das prévias do PSDB par as eleições presidenciais de 2022.

De acordo com o jornal O Globo, o primeiro bloco do debate do PSDB vai funcionar no formato de debate direto e com ordem de perguntas definidas por meio de um sorteio, com 30 segundos para pergunta e dois minutos para resposta.

Nos dois blocos seguintes, colunistas do jornal O Globo e do Valor vão fazer perguntas. Por fim. repete-se o primeiro bloco e depois os pré-candidatos fazem suas últimas considerações.

Rusgas antes do debate

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite,

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Entidades da agropecuária são contra aumento de impostos e procuram deputados para apresentar demandas

Propaganda

Política

Sabatina de André Mendonça é marcada para quarta-feira no Senado

Publicados

em

Por


Será na próxima quarta-feira (1º) , a partir das 9h, a sabatina do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União, André Mendonça,  para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ela será realizada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e terá como relatora a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), indicada pelo presidente da comissão, Davi Alcolumbre (DEM-AP). 

“Vou me pautar por informações e também pela boa técnica legislativa, sem qualquer preconceito político, ideológico e muito menos religioso. O que importa neste momento é o currículo e a capacidade técnica do indicado”, disse a parlamentar.

André Mendonça foi indicado a uma vaga no STF pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 13 de julho. A mensagem com a indicação chegou à CCJ no dia 18 de agosto. 

A demora de Alcolumbre em agendar a sabatina foi questionada por diversos parlamentares, fato que gerou incômodo e foi classificado como um “embaraço” pelo presidente da comissão. 

Segundo Alcolumbre, a definição sobre a pauta das comissões e do plenário cabe aos presidentes e a escolha não tem a ver com religião ou ideologia.

Leia Também:  Assembleia de MT gastou R$ 1 milhão com prevenção e testes para deputados e funcionários

* Com informações da Agência Senado

Edição: Kleber Sampaio

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA