CUIABÁ

Saúde

Pacientes do INCA terão acesso à tecnologia que reduz queda de cabelos

Publicado em

Saúde

Portalmatogrosso

A incorporação do serviço ao Hospital do Câncer III foi possível por uma doação da Paxman.
Estudos apontam que a queda de cabelos é um dos efeitos colaterais mais traumatizantes da quimioterapia, trazendo, para além das consequências estéticas, impactos psicológicos. Agora, pacientes do Instituto Nacional do Câncer (INCA) terão acesso à tecnologia da “touca inglesa” , que atenua a queda de cabelos. As informações foram dadas pela BandNews .


O Hospital do Câncer III é o primeiro centro oncológico vinculado ao Sistema Único de Saúde ( SUS ) que oferece a “touca inglesa”, tecnologia que, por meio da crioterapia, evita ou reduz a queda de cabelos induzida pela quimioterapia.

A incorporação do serviço ao Hospital do Câncer III foi possível por uma doação da Paxman , empresa britânica responsável pela produção do equipamento.

A touca é conectada a uma unidade de refrigeração e colocada na cabeça do paciente por cerca de 30 minutos antes da quimioterapia . Depois do procedimento, o paciente fica com a touca por mais uma hora e meia.

Leia Também:  Vacina brasileira contra o HIV começa a ser testada em macacos

A terapia de resfriamento do couro cabeludo não é indicada para os tipos de câncer hematológicos ou para pacientes que possuam alguma alergia ao frio.

A “touca inglesa” já estava disponível em redes particulares, mas agora será oferecida a pacientes do SUS atendidos pelo INCA .

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Rio de Janeiro distribui 348,6 mil doses da vacina da Pfizer

Publicados

em

Por


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro distribui hoje (28) e amanhã (29) um total de 348.660 doses do imunizante da fabricante norte-americana Pfizer contra a covid-19. Os municípios do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá e Volta Redonda retiram suas vacinas hoje e os demais 86 municípios receberão as doses a partir de amanhã.

O painel da SES indica que o estado já aplicou um total de 18,6 milhões de doses, sendo 11,8 milhões na primeira fase, 6,5 milhões, na segunda e 350.183 em doses únicas. Baseado na estimativa de população do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o estado, o número equivale a 86,7% da população adulta com a primeira dose e 50,36% com o esquema completo com as duas doses ou dose única. Na população total, 67,4% já tomou a primeira dose e 39,1% as duas ou dose única.

Na capital, o calendário segue esta semana com a repescagem da primeira dose para qualquer pessoa a partir de 12 anos e a dose de reforço nos idosos. Hoje podem comparecer aos postos para receber a terceira dose as pessoas com 82 anos ou mais.

Leia Também:  Médicos com diploma estrangeiro começam a atender em uma semana

O município vacinou com a primeira dose 99,1% do público alvo, a partir de 12 anos, e 63,3% com o esquema completo. Considerando a população total da cidade, receberam a primeira dose 84,9% de pessoas e 55,6%, as duas doses. Entre os adolescentes de 12 a 17 anos, faltam 15% receber a primeira dose. A dose de reforço foi aplicada em 38% dos idosos acima de 80 anos.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA