CUIABÁ

Tecnologia

Facebook vai proteger figuras públicas de ataques de ‘haters’

Publicado em

Tecnologia


source
Facebook via proteger jornalistas e ativistas
Unsplash/Souvik Banerjee

Facebook via proteger jornalistas e ativistas

O Facebook vai aumentar a proteção contra assédio e intimidação direcionados a ativistas e jornalistas ao torná-los figuras públicas “involuntárias”, prometeu a chefe de segurança global da rede social.

A ideia da empresa é proteger figuras que acabam se tornando públicas por conta dos seus trabalhos, e não necessariamente de suas imagens. As informações são da Reuters.

Dar proteção a pessoas públicas, porém, tem sido um dos motivos pelos quais o Facebook está se envolvendo em polêmicas. Documentos vazados pelo The Wall Street Journal mostraram que a  rede social mantém uma espécie de ‘lista VIP’ de celebridades que não cumprem as mesmas regras que os demais usuários.

Antigone Davis, diretora global de segurança do Facebook, ainda disse que a rede social está expandindo os tipos de ataques proibidos na plataforma, visando reduzir ofensas desproporcionalmente enfrentadas por mulheres, negros e pela comunidade LGBTQIA+.

Leia Também:  Galaxy A52s 5G chega ao Brasil com tela de 120 Hz e câmera quádrupla

Conteúdo de sexualização severa e indesejada, bem como imagens ou desenhos sexualizados depreciativos e ataques à imagem de uma pessoa serão proibidos de comentários de figuras públicas.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tecnologia

Google lança linha Pixel 6 com primeiro processador próprio

Publicados

em

Por


source
Google Pixel 6
Divulgação/Google

Google Pixel 6

O Google anunciou nesta terça-feira (19) dois novos smartphones: o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro. Os modelos são equipados com Google Tensor, o primeiro processador da empresa.

A linha Google Pixel 6 inova no design, trazendo smartphones em várias cores com um estilo clean e que traz uma barra na parte traseira. De acordo com a empresa, os modelos foram inspirados em joias e relógios de luxo.

Processador do Google

O principal destaque dos novos smartphones são o Google Tensor. O primeiro procesador da empresa foi projetado com base em inteligência artificial, o que permite que diversas funções sejam desempenhadas mais facilmente, de acordo com a empresa.

Cores do Google Pixel 6
Divulgação/Google

Cores do Google Pixel 6

“As principais áreas de experiência – fala, linguagem, imagem e vídeo – para nossos novos telefones são todas heterogêneas por natureza, o que significa que requerem vários recursos em todo o chip. Portanto, certificamo-nos de que o Google Tensor foi cuidadosamente projetado para fornecer o nível certo de desempenho de computação, eficiência e segurança. Você pode ver isso em casos de uso do mundo real, como gravar vídeos incríveis ou compreender mais idiomas estrangeiros”, escreveu Monika Gupta, diretora sênior do Google Silicon.

Leia Também:  Jogos de graça! Veja quais games estão em promoção por tempo limitado

Mais detalhes do Pixel 6

Com a ajuda do processador próprio, o Google promete que as câmeras da linha Pixel 6 são as melhores já construídas pela empresa. 

Leia Também

A lente principal garante fotos até 150% mais iluminadas que a geração anterior. Além disso, o Pixel 6 Pro tem zoom de 20x e grava vídeos em 4K com a câmera frontal.

Outro destaque da linha Pixel 6 é o Android 12. A nova versão do sistema operacional do Google se integra perfeitamente aos novos celulares, com recursos exclusivos permitidos pelo Google Tensor.

Sem data para chegar o Brasil, os novos smartphones ficam disponíveis nos Estados Unidos no dia 28 de outubro. O Pixel 6 sai por US$ 599 (cerca de R$ 3,3 mil em conversão direta), enquanto o Pixel 6 Pro sai por US$ 899 (cerca de R$ 5 mil).

Leia Também:  Xiaomi Redmi 10 Prime é oficial com bateria de 6.000 mAh

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA