CUIABÁ

Tecnologia

Usuários do G Suite grátis poderão usar Gmail com domínio próprio

Publicado em

Tecnologia

source
Gmail com domínio próprio continuará gratuito em alguns casos
Unsplash

Gmail com domínio próprio continuará gratuito em alguns casos

A essa altura, todo mundo que tem um plano gratuito no G Suite sabe que terá que migrar para o Google Workspace, que é pago. Felizmente, surgiu uma luz no fim do túnel. O Google criou um plano que não custa nada e permite que o usuário mantenha o seu domínio personalizado. Mas há uma ressalva: essa opção vale apenas para uso pessoal, e não comercial.

Sem a nova opção, usuários que atendem aos requisitos teriam que pagar pelo Google Workspace. No Brasil, o serviço tem preço inicial de R$ 27 por usuário (sem considerar descontos ou promoções). A alternativa seria migrar para outra plataforma, a exemplo da Zoho, que tem um plano gratuito para contas com até cinco emails.

Mudar de plataforma não é um tarefa das mais agradáveis. É preciso mexer em configurações de domínio, exportar mensagens e, claro, se adaptar ao novo serviço. Mas, para muitos usuários, a pior parte é perder compras feitas com contas no G Suite, como assinaturas no YouTube ou na Google Play Store.

Leia Também:  Evento da Apple terá iPad 5G e desbloqueio com máscara em iPhones

Eis que, em fevereiro, o Google anunciou o Workspace Essentials Starter. Gratuita, essa opção foi criada para permitir que usuários de contas comerciais continuem usando os serviços da plataforma, mas com algumas limitações. A maior delas é a impossibilidade de uso do Gmail.

Google Workspace gratuito e com domínio

O plano original do Google previa o encerramento do G Suite legado em 1º de julho de 2022, cabendo ao usuário tomar uma decisão até 1º de maio. Mas a companhia estendeu ambos os prazos em um mês. Enquanto isso, a empresa montava uma lista de espera que poderia dar acesso ao Workspace de graça e com a possibilidade de um domínio próprio ser mantido.

Sem fazer barulho, o Google tornou esse plano oficial. A tal lista de espera nem existe mais. No Google Admin Console, os usuários do G Suite já podem escolher a opção gratuita do Workspace.

O novo plano dá acesso a serviços como Drive, Meet, Maps e YouTube. O Gmail também é oferecido e, como já dito, é possível manter o seu domínio personalizado. Além disso, o conteúdo comprado em plataformas como Google Play Store é preservado.

Leia Também:  Roubo de dados bancários cresce 141% no Brasil

Upgrade até 27 de junho

Sim, a nova opção é gratuita, mas tem restrições. Para começar, é necessário fazer o upgrade até 27 de junho de 2022. Além disso, é preciso confirmar ao Google que a sua conta serve para uso pessoal.

Tem mais. Contas pessoais não têm suporte. O Google explica ainda que recursos comerciais disponíveis nessa modalidade poderão ser removidos em algum momento.

No fim das contas, é como o 9to5Google bem observou: tudo o que o Google quer é que as empresas paguem pelo Workspace. Se, desde o início, a companhia tivesse levado em conta que o G Suite tem muitas contas para uso pessoal, tudo teria sido mais fácil.

Para quem faz uso pessoal e já havia migrado para uma conta paga no Workspace, é possível aderir à opção gratuita entrando em contato com o suporte da plataforma.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tecnologia

iOS 16 vai finalmente dividir mensagens entre linhas telefônicas

Publicados

em

Por

source
Mensagens poderão ser melhor organizadas
Reprodução/Apple

Mensagens poderão ser melhor organizadas

Com a chegada da nova fase beta do iOS 16 , a Apple anunciou novidades para seu sistema operacional mobile. Uma delas é a tão aguardada funcionalidade de filtragem de SMS por linha telefônica no iPhone. Além disso, há doze novas subcategorias para melhor organizar mensagens recebidas de números desconhecidos nas categorias de Transação e Promoção.

Conforme revelado pela Apple nas notas de lançamento do iOS 16 beta 2, aqueles com acesso ao sistema operacional já podem filtrar suas mensagens com base em cada linha telefônica presente no aparelho. Isso significa que usuários de iPhones que comportam dois chips vão poder visualizar separadamente os SMS recebidos em cada um dos cartões SIM.

O que há de novo no app Mensagens no iOS 16

Há novas opções de organização no aplicativo Mensagens. Os usuários vão poder selecionar “Todas as linhas” para exibir todas as mensagens recebidas no aparelho. É possível também selecionar cada número de celular para visualizar somente os SMS recebidos pelo SIM principal ou secundário.

Leia Também:  iPhone 6s e SE original podem ficar sem iOS 16; entenda

Na nova versão beta do iOS 16, há também doze novas subcategorias no app Mensagens. Com elas, é possível organizar melhor todos os SMS recebidos de números desconhecidos nas categorias de Transação e Promoção.

Outra novidade é que, para algumas operadoras de telefonia dos Estados Unidos, o beta 2 do iOS 16 amplia a função de denunciar mensagens. Assim, os usuários vão poder reportar SMS recebidos como spam, por exemplo, diretamente às operadoras. No entanto, ainda não sabemos se esse recurso chegará ao Brasil.

Há ainda mais uma nova função, mas somente para usuários da Índia. Na fase beta 2 do iOS 16, o app Mensagens do iPhone passa a extrair eventos dos SMS recebidos. Isso significa que mensagens recebidas referentes a eventos e compromissos pode ser apresentadas no calendário e como sugestões da Siri.

Leia Também:  Amazon encerra Prime Video e entregas de produtos na Rússia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA